Manifesto à obesidade

Image module
Dica da Drª Delane:

Que o sobrepeso e obesidade não são levadas à serio não é nenhuma novidade. Muitos ainda acham que as pessoas ganham peso porque querem, porque comem errado, porque são “folgadas”.

Há muito tempo já sabemos as consequências da obesidade como aumento do risco cardiovascular, alguns tipos de câncer, depressão e ansiedade, mas nunca ninguém tinha visto aumento de mortalidade nua e crua por uma infecção viral.

Não foi um único estudo, mas alguns estudos, demonstraram que o principal fator de risco de internação/mortalidade nos pacientes jovens com COVID, foi o sobrepeso e obesidade! SIM, isso mesmo, a obesidade é um fator de risco para internação por COVID, e sim esse fator de risco é evitável, diferentemente de idade, asma e etc.

A quarentena trouxe algumas consequências: aumento da ansiedade, depressão e solidão, o que levou ao aumento do consumo de alimentos ricos em carboidrato, em busca de melhorar esses sentimentos. Uma espécie de fuga da realidade, busca do prazer imediato.

Mas é isso que devemos lembrar: será que a comida deve me trazer esse sentimento? Será que não tenho outros meios de liberar essa serotonina e endorfina que não através da alimentação? Uma conversa agradável com amigos também libera endorfina, pratica de atividade física e melhorar a qualidade do sono, idem!

Eu e o Agenda Saudável estamos aqui para isso, para lembra-los toda segunda feira, de se voltarem para VOCÊS!!! Guardar um tempo do seu dia, para colocar na sua agenda a rotina de ser saudável!

Não podemos avacalhar na quarentena, vamos manter o foco EM VOCÊ!

Vamos juntos vencer o sobrepeso/obesidade, vamos juntos vencer esse fator de risco para o COVID!

Cuidem-se. Afinal,

NÃO EXISTE CORPO B

Dra. Delane Wajman
Dra. Delane Wajman

Endocrinologista e Clínica Médica pela Santa Casa de São Paulo | CRM 170692 |